06 setembro 2008

Contradição


"Eu me contradigo ?

Pois muito bem, eu me contradigo,
Sou amplo, contenho multidões".

Um comentário:

Gerana disse...

Nesta linha há, claro, Fernando Pessoa. Há Mário de Sá-Carneiro que "de excesso morri à míngua" e há Mário de Andrade, que era trezentos, trezentos e cinqüenta. Todo poeta, ao fim e ao cabo, é um conjunto de personas.