10 julho 2008

Minhas Faltas

Que falta eu sinto de tudo...
De tudo que não vivi.
Saudades de um tempo perdido;
Que falta tu fazes em mim
Que falta no mundo de hoje?
Num tempo em que ninguém faz falta,
Eu canto, sentido, a minha;
Que falta tu fazes em mim.
Não vou abraçar madrugadas
Nem transbordar o teu vinho.
Não vou apontar estrelas
Nem renovar meus carinhos.
Num canto a minha alma vagueia,
E ninguém mais pode sentir,
Na solidão sonora e silente,
Que falta tu fazes em mim.

Um comentário:

Saramar disse...

Tanta falta..
A falta de quem se ama que, afinal, é tudo o que falta...
Lindíssimo, ainda que haja dor imensa nestes versos da solidão de quem sofre por amor.

beijos